A notícia é avançada pelo Diário Económico, que adianta ainda que esta situação pode ocorrer já em Junho às imobiliárias e construtoras que, de acordo com os levantamentos já realizados, terão declarado menos 538 milhões de euros num universo de 7.000 casas vendidas.

Estes desvios deverão resultar num aumento imediato de recita de IRC , uma vez que, tratando-se de empresas do ramo imobiliário, não têm direito à isenção em caso de reinvestimento do produto da venda.
Redação / De/MF