Num arranque de segunda volta em que os três "grandes" partiam igualados na frente, faltou gás ao Benfica para se manter colado aos da frente, enquanto FC Porto e Sporting passaram nos difíceis testes que lhes eram propostos, refere a Lusa.

Em Leiria, o FC porto defrontava uma equipa que esta temporada ainda não tinha perdido diante dos "grandes" - empates no Dragão e em Alvalade e vitória na recepção ao Benfica, mas uma primeira parte bem conseguida foi suficiente para "arrancar" o triunfo.

Um golo de Ricardo Costa, aos 17 minutos, foi o suficiente para os "dragões" saírem de Leiria com o triunfo (1-0), num encontro em que tiveram de sofrer no final, principalmente depois da expulsão do sul-africano Benni McCarthy, por acumulação de amarelos.

Os portistas beneficiaram ainda do facto da equipa de arbitragem ter ajuizado mal um lance na primeira parte, em que o avançado brasileiro Luís Fabiano agrediu o leiriense Renato, tendo o jogador sido apenas admoestado com o cartão amarelo.

O sporting superou bem a derrota sofrida na ronda anterior na Madeira diante do Nacional e venceu hoje categoricamente em Barcelos o Gil Vicente por 3-0, num encontro em que Sá Pinto esteve em evidência, ao anotar os dois primeiros tentos da sua equipa.

O avançado "leonino" marcou o seu primeiro golo no campeonato através de uma "bomba", aos 30 minutos, tendo depois bisado com um vistoso "chapéu", aos 62. O goleador Liedson também fez o gosto ao pé e, aos 78 minutos, apontou o 15º golo na prova, mantendo-se destacado na frente dos melhores marcadores.

Com estes resultados, o FC Porto recuperou a liderança da prova, agora com 34 pontos, sendo secundado pelo Sporting, que tem o mesmo número de pontos, enquanto o terceiro lugar é repartido por Sporting Braga e Boavista, ambos com 33, surgindo o Benfica em quinto, com 31.

No sábado, o Beira-Mar impediu o Benfica de se isolar provisoriamente na liderança, ao vencer no Estádio da Luz por 2-0, num encontro em que deu uma lição de futebol aos "encarnados", cujo técnico foi despedido com lenços brancos pelo público.
Redação / Lusa/MF