O petróleo está mais caro com o corte de produção por parte de Organização dos Países exportadores de Petróleo (OPEP). Além disso, no geral, as matérias-primas estão a avançar na Europa e Ásia devido à especulação de que os Governos vão reforçar os esforços para relançar as economias.

A OPEP baixou a produção em 2,7 por cento em Fevereiro com os produtores a querer travar a queda dos preços, demonstrou uma sondagem da Bloomberg. Este grupo vai reunir-se outra vez já a 15 de Março.

O crude, negociado em nova Iorque, está a valer 42,68 dólares por barril, mais 1,03 dólares. Em Londres, o IPE Brent, petróleo de referência para a Europa custa 44,15 dólares por barril, mais 45 cêntimos.
Redação / MD