A Autoridade da Concorrência (AdC) elegeu, a par dos combustíveis, o mercado de gás engarrafado como um sector «prioritário» para análise.

Manuel Sebastião disse na Comissão Parlamentar dos Assuntos Económicos Inovação e Desenvolvimento Regional, onde esteve a ser ouvido pelos deputados sobre o relatório intercalar dos combustíveis, que a AdC vai estar muito atenta a este mercado por ser muito complexo e de muita importância social, tendo em conta que a venda de gás butano e propano é mais acentuada em zonas isoladas, onde não há gás natural.

«É um mercado menos falado do que os combustíveis, mas é um negócio complexo ao nível das redes de distribuição, que é preciso analisar. Muito em breve iremos ter oportunidade de dizer alguma coisa sobre esta matéria», disse aos deputados.
Monica Freilão