A queda no consumo privado e nas importações de petróleo provocaram a queda de 9,7 por cento no défice comercial dos Estados Unidos em Janeiro, cifrando-se nos 36 mil milhões de dólares, o menor desde Outubro de 2002.

Segundo dados do Departamento do Comércio dos EUA, em Janeiro registou-se uma contracção substancial nas importações, de cerca de sete por cento para os 160,9 mil milhões de dólares, como das exportações, para os 124,9 mil milhões de dólares, avança a Lusa.

Os Estados Unidos haviam registado um défice comercial de 39,9 mil milhões de dólares em Dezembro, com os analistas a preverem um desequilíbrio na ordem dos 38,3 mil milhões de dólares em Janeiro.

O registo de Janeiro foi a sexta redução mensal consecutiva do défice comercial dos Estados Unidos, a maior sequência de redução conhecida, sendo que em Janeiro de 2008 a balança comercial norte-americana apresentou um défice de 59.579 milhões de dólares.