Os preços do petróleo voltaram a ganhar, depois de terem estado grande parte do dia a cair, um dia depois da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) ter anunciado que ia manter os actuais níveis de produção.

Esta decisão vai-se manter até Maio, altura em que está marcado um novo encontro dos produtores desta matéria-prima.

É ainda de referir que a OPEP retirou desde Setembro passado mais de 4 milhões de barris por dia para travar a queda do preço do crude.

Esta reunião ficou ainda marcada pela não entrada da Rússia no cartel dos países exportadores de petróleo.



O barril de petróleo em Londres ganha 0,44 dólares para os 46,32 dólares, já em Nova Iorque valoriza 1,10 dólares para os 47,35 dólares.