O governo japonês está a preparar um plano de 15 milhões de dólares (cerca de 11 mihões de euros) para preservar os empregos em empresas e ajudar as pessoas que não têm trabalho, num momento em que o país atravessa a sua pior recessão desde 1945, anunciou esta quinta-feira o ministro do trabalho, Yoichi Masuzoe.

«Queremos adoptar medidas drásticas para resolver este tipo de problema», disse Masozue, sem adiantar qual será o conteúdo do plano.

Segundo a imprensa, as medidas a serem apresentadas vão consistir em financiar formações para quem procura emprego, supervisionar empresas para que não despeçam mais trabalhadores e dar ajudas aos trabalhadores imigrantes que perderam o seu trabalho ou financiar-lhes o regresso ao seu país.
Redação / LF