«A actividade permaneceu extremamente robusta, com o tráfego a subir 8,9% sobre uma capacidade 6% mais elevada. A Air France-KLM transportou mais de 6 milhões de passageiros», refere o documento.

O mercado americano registou um forte aumento, tanto no tráfego como na capacidade, com subidas de 14,3% e 13,3%, respectivamente. A taxa de ocupação manteve-se relativamente estável nos 86,8%.

Já a Ásia apresentou um aumento na taxa de ocupação de 4,8 pontos percentuais para 88,2%, com o tráfego a subir 10,6% e a capacidade 4,6% mais alta.

Nas rotas do Médio Oriente e África, o tráfego subiu 4,3%, a capacidade aumentou 7,2% e a taxa de ocupação desceu 2 pontos para 75,7%. A empresa explica ainda que nas rotas das Caraíbas e Oceano Índico o tráfego aumentou 1,8% com a capacidade relativamente estável. A taxa de ocupação aumentou para 82,9%.

Por fim, as rotas europeias registaram um aumento de 5,8% no tráfego, sendo que a capacidade aumentou uns ligeiros 0,7% e a taxa de ocupação aumentou 3,4 pontos para 71,9%.

Em termos de carga, deu-se também uma melhoria de 3,7% no tráfego, pelo terceiro mês consecutivo. A capacidade foi aumentada em 7,4%, e o factor de ocupação desceu 2,5 pontos para 68,4%.