Segundo comunicado enviado à entidade reguladora do mercado de capitais (CMVM), a alienação foi feita a 1 de Fevereiro, por um montante de 36 milhões de euros.

O preço por acção, esclarece o comunicado, foi determinado «com base na contrapartida oferecida na Oferta Geral de Aquisição lançada em Novembro de 2001» pela Cofina sobre a Ramada.

A Cofina SGPS detinha 90 por cento do capital (2,7 milhões de acções) da F. Ramada - Aços e Indústria, e a «holding» F. Ramada os restantes 10 por cento (300 mil acções).

A «holding» da Cofina controla 89,34% do capital da Celulose do Caima e 99,27% dos direitos de voto, tendo em conta as acções próprias.

A concentração na Caima insere-se na reestruturação das participações industriais da Cofina e é «uma das condições para execução da projectada cisão-simples» da «holding», adianta o comunicado.
Redação / Lusa/AM