O preço do leite caiu quase 25% num ano, a nível europeu. Os produtores da União Europeia reclamam por isso ajudas para um sector que viu muitos empresários desistirem.

Entre Junho de 2008 e Junho de 2009, o preço médio do leite nos dez principais países produtores (Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Holanda, Itália, Irlanda, Reino Unido e Suécia) desceu de 38,13 euros por 100 quilos para 24,7 euros, avança a Lusa.

Já o preço médio do leite na UE foi, em Junho do ano passado, de 33,4 euros por 100 kg, enquanto que em Junho último a mesma quantidade valia 24,3 euros junto do produtor.

A descida do preço do leite no produtor e o excesso de oferta na Europa, face à quebra da procura, devido à crise económica, criam problemas graves no sector e Portugal não é excepção. Há mesmo quem fale em situações de falência nas explorações.

Perdemos 66% dos produtores em 10 anos

O número de produtores portugueses de leite caiu 66% em 10 anos, para cerca de 10 mil, tendência que não foi acompanhada pela quantidade de leite produzida, uma vez que é suficiente para o consumo nacional.

Dados do Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas referem a existência de 11.400 produtores ou explorações na campanha de 2007/08 (de Abril a Março), no Continente e Açores, contra 12.400 um ano antes.

Para a actual campanha, ainda não está disponível informação oficial, mas a Fenalac (federação que reúne as cooperativas do sector) avançou à Lusa uma estimativa que aponta para cerca de 10 mil produtores, o que reflecte uma quebra de mais de mil num ano.

Menos 15 cêntimos em poucos meses

Nos últimos meses, as associações representativas do sector leiteiro têm chamado a atenção do Governo e dos portugueses para as consequências da quebra do preço do leite, que passou de mais de 39 cêntimos nos primeiros meses de 2008 para os actuais 28 ou 24 cêntimos. A revolta dos produtores cresce quando verificam que estas reduções não se reflectem no valor pago pelos consumidores já que nos super e hipermercados o preço ronda 39 cêntimos para cada litro de leite.

O conselho extraordinário de ministros da Agricultura dos 27, convocado para discutir a crise do mercado do leite e a questão das quotas de produção, cuja manutenção alguns Estados-membros defendem e Bruxelas recusa.
Redação / PGM