O valor da operação reportada no sítio do organismo (www.igcp.pt) é de 600 milhões de euros, à taxa média ponderada de 2,098%.

Segundo informações do próprio Instituto, a procura dos bilhetes do Tesouro foi cerca de três vezes e meia superior à esperada. Trata-se do primeiro leilão realizado pelo IGCP em 2005, depois de ter realizado 21 operações deste género em 2004.
Redação / Reuters/AM