Simultaneamente, o Governo irá pedir à nova administração dos CTT, que tomará posse durante a assembleia-geral de hoje e que será liderada por Luís Nazaré, ex-presidente da Autoridade Nacional das Comunicações (ANACOM), para fazer uma auditoria interna à gestão do conselho de administração liderado por Carlos Horta e Costa, à frente dos CTT desde meados de 2002.

Uma administração que tem sido muito contestada e criticada por trabalhadores dos CTT e sindicatos pelos actos de gestão e negócios efectuados, nomeadamente de outsourcing, avança o mesmo jornal.

Assim que o novo Governo tomou posse, sindicatos representantes de 90% dos trabalhadores, a comissão de trabalhadores e também organizações políticas, incluindo a dos trabalhadores Sociais Democrata, pediram por escrito ao executivo de José Sócrates para substituir de imediato a administração dos CTT.
Redação / SAS