A Direcção-geral do Consumidor atribuiu esta terça-feira quase 52 mil euros a 11 associações de consumidores e cooperativas de consumo.

Em comunicado, a Secretaria de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, do Ministério da Economia, revela que as beneficiadas são a Associação Portuguesa para a Defesa dos Consumidores (Deco); Associação Portuguesa de Consumidores dos Media (ACMEDIA); Associação de Consumidores de Portugal (ACOP); Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC); Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI); Associação de Técnicos Profissionais de Informação e Consumo (ATPIC); Confederação Geral dos Trabalhadores Portugueses (CGTP); Federação Nacional das Cooperativas de Consumidores (FENACOOP); Pluricoop; União Geral de Consumidores (UGC); e COOP Ramalde.

Estas 11 entidades financiam, entre outros projectos, os Gabinetes de Apoio aos Sobreendividados da Deco que, desde 2000, já receberam 323 mil euros do Estado português.

Os restantes projectos, na sua maioria de continuidade, dedicam-se à «a educação para os media, a divulgação técnica e científica dos direitos dos consumidores; a formação e sensibilização dos jovens em idade escolar e pré-escolar; a informação aos consumidores através de apoio jurídico específico e a formação dos recursos humanos ao serviço das associações de consumidores».

Além dos actuais 52 mil euros, há ainda mais 16 mil, aplicados no I Concurso Jovem Consumidor Responsável, uma iniciativa dirigida às associações juvenis, desenvolvida em parceria com o Instituto Português da Juventude (IPJ).

Desde 2005, o Governo já apoiou as associações de consumidores e cooperativas de consumo com mais de 544 mil euros.