O jornal titula «SIS alertou para possível recrutamento de terroristas em Portugal» e adianta que o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras já relatou o risco de redes criminosas de paquistaneses e egípcios estarem a promover a legalização de muçulmanos através de casamentos fictícios com mulheres portuguesas.

Noutro destaque, o Público escreve que a «União Europeia e a NATO exprimiram satisfação por Condololeezza Rice (secretária de Estado norte-americana) ter assegurado que os Estados Unidos não praticam tortura», a propósito da discórdia sobre os voos da CIA.

«Investimento em nova refinaria está a ser projectado para Sines» sublinha em manchete o Diário de Notícias, que acrescenta que o Governo está a preparar um acordo com privados que vai fazer duplicar a refinação de petróleo em Portugal.

O jornal adianta que o investimento a realizar por estrangeiros - liderado por Patrick Monteiro de Barros - é de 4 mil milhões de euros.

A estreia hoje no São Carlos da ópera «O Rapto do Serralho» é outro assunto em realce na capa do DN, que também puxa para primeira página, tal como o Público, o debate televisivo entre os candidatos presidenciais Mário Soares e Jerónimo de Sousa, realizado quinta- feira, sob o título «Divergências mínimas em conversa sem conflito».

«Luz aumenta preços no comércio» titula a gordas o Correio da Manhã, que sublinha a opinião do presidente da Confederação do Comércio.

O responsável defende que a subida das tarifas eléctricas em 15 por cento terá um impacto no valor a pagar pelos consumidores.

Este jornal também faz referência ao debate televisivo entre os candidatos presidenciais Mário Soares e Jerónimo de Sousa, titulando «Soares segura votos comunistas».

Os camionistas vão ser obrigados a descansarem nove horas de acordo com as novas normas da União Europeia, avança o Jornal de Notícias.

O JN também realça o encontro entre os primeiros-ministros português e britânico para dizer que José Sócrates saiu confiante do encontro com Toni Blair, onde foi abordado o Orçamento Europeu.

Outro destaque deste jornal vai para os mouchões (pequenas ilhas) no rio Tejo, que apesar de estarem abandonados, estão a abrir o «apetite turístico».

O 24horas destaca a notícia de que Beto, um dos heróis do Benfica na vitória frente ao Manchester United, «dá parte do seu salário a meninos pobres», além de ajudar a mãe e os quatro irmãos.

Tal como o Diário de Notícias, o Diário Económico diz que a Nova refinaria de Sines vai estar pronta em 2009 e adianta que Patrick Monteiro de Barros, (empresário que lidera o projecto) vai assinar hoje à tarde um memorando de entendimento para a construção da refinaria com o ministro da Economia.

«Indústria quer pagar sozinha aumento da electricidade», refere o jornal, noutro título.

O Semanário Económico destaca «Sampaio veta limitações ao regulador da energia», depois de o Governo ter manifestado interesse em reduzir os poderes do regulador do sector energético.

A ligação Lisboa-Porto através do comboio de alta velocidade (TGV) vai custar 40 euros, noticia hoje o jornal, que também titula «Governo reforça tribunais para cobrar dívidas ao fisco».

A confiança do presidente do Benfica de que o clube vai eliminar o próximo adversário na Liga dos Campeões e a possibilidade de o Sporting voltar a jogar com Liedson e Deivid no ataque fazem hoje as manchetes dos desportivos.