A EDP Renováveis registou um lucro de 66 milhões de euros nos primeiros seis meses deste ano, mais 32% que no mesmo período do ano passado, anunciou a empresa em comunicado.

Já o EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) cresceu 19% para 271 milhões.

Uma melhoria que a empresa atribui ao aumento de 38% na capacidade instalada, registado ao longo dos últimos 12 meses. Após o aumento de 1.455 MW, a EDPR termina o primeiro semestre com um portfolio de 5,3 GW de capacidade instalada sob gestão.

«O aumento de capacidade tem conduzido ao crescimento da produção de electricidade e dos resultados da EDP Renováveis», pode ler-se no comunicado da empresa liderada por Ana Maria Fernandes. Como resultado da maior capacidade instalada, a produção eléctrica aumentou 33%.

«A dívida líquida aumentou em 855 milhões de euros, na sequência do forte programa de investimentos no semestre com os 249 MW instalados e os 1,3 GW em construção», alcançando os 1,9 mil milhões. Ainda assim, no final do primeiro semestre, a dívida líquida apenas representava 20% do valor da empresa.