A afirmação de Mário Lino foi feita durante uma conferência de imprensa conjunta com a TAP, em que o ministro reiterou que a transportadora aérea não será privatizada no ano que vem. Recorde-se que o presidente da companhia, Fernando Pinto, tinha também já afirmado que a privatização da empresa «não estava em cima da mesa». O ministro reiterou a ideia deixada pelo CEO no final de Outubro de que, apesar de não estar afastada em definitivo uma privatização da transportadora, tal não está a ser preparado «para já».

No entanto, e ao excluir a privatização de qualquer empresa das áreas que tutela, Mário Lino está a contradizer algumas declarações de outros membros do Governo, nomeadamente o ministro das Finanças e o secretário de Estado da tutela, que incluíram as comunicações e os transportes na lista de sectores a incluir nas privatizações em 2006.
Paula Martins / Sandra de Almeida Simões