Depois de se ter estreado no sábado com uma derrota por 2-0, o novo técnico do Nacional, João Carlos Pereira, que substituiu o brasileiro Casemiro Mior, tenta agora a desforra com os "axadrezados", que recuperaram rapidamente da goleada sofrida no Estádio da Luz (4- 0), na última jornada da primeira volta.

Mas o segundo encontro, no espaço de quatro dias, entre madeirenses e portuenses serve apenas de "aperitivo" para o embate mais aguardado desta sexta eliminatória, que junta, no Estádio da Luz, os dois grandes rivais lisboetas, poucas semanas após o triunfo "leonino" em Alvalade para a Superliga (2-1).

Quis o sorteio da sexta eliminatória, com o FC Porto já eliminado, que Benfica e Sporting - os principais candidatos ao troféu - disputassem uma verdadeira final antecipada, numa ronda que apresenta 11 equipas da Superliga em competição, além do Beira-Mar, isento na eliminatória.

Tal como o Benfica-Sporting, todos os restantes duelos da Taça estão programados para quarta-feira e dois deles colocam também em confronto equipas da Superliga; a recepção do Vitória de Setúbal ao Vitória de Guimarães e a visita do Marítimo a Coimbra, para defrontar a Académica.

Programa da 6ª eliminatória:

- Terça-feira:

Nacional (SL) - Boavista (SL), 18:45

- Quarta-feira:

Oliveira Hospital (II B) - Sporting Braga (SL), 14:30

Estrela Amadora (LH) - Penafiel (SL), 15:00

Vitória Setúbal (SL) - Vitória Guimarães (SL), 15:00

Académica (SL) - Marítimo (SL), 15:00

Pinhalnovense (II B) - Belenenses (SL), 15:00

Benfica (SL) - Sporting (SL), 19:45

Isento: Beira-Mar (SL)
Redação / Lusa/SP