O presidente da PT Multimédia tem dúvidas quanto ao interesse que a Televisão Digital Terrestre (TDT) possa ter para os negócios da empresa.

«A TDT é muito importante que exista dado que vai haver o desligar do sinal analógico em 2012. No entanto, sei que tenho uma rede muito superior», disse Rodrigo Costa ao referir-se à TV Cabo.

Na apresentação da estratégia da empresa até 2010, que decorreu esta quarta-feira em Lisboa, o CEO da PTM revelou ter «algumas reticências» sobre o comportamento dos consumidores entre seguirem o serviço de televisão por cabo, ou outra tecnologia já à disposição, ou adaptarem-se à TDT.

«Fica espaço? Não sei», argumentou.

Contudo, Rodrigo Costa frisou que o interesse da PTM na tecnologia partirá das condições do concurso, dos comportamentos do mercado e da posição do regulador do sector.
Rui Pedro Vieira