A guerra entre a PT e a Zon está prestes a subir de tom. Depois de a PT ter feito queixa da Zon junto do Instituto Civil da Autodisciplina da Comunicação Comercial (ICAP), fazendo com que um anúncio da Zon fosse suspenso, a PT pretende agora avançar para os tribunais, onde acusará a Zon de «concorrência parasitária».

De acordo com a Lusa, que cita fonte da PT, a acusação vem na sequência da polémica em torno das redes de fibra óptica e das diferentes tecnologias usadas pelas operadoras.

A queixa vai ser entregue num Tribunal Cível, e assenta na acusação de que a ZON se terá aproveitado da PT para alavancar a sua oferta de televisão.

O conceito de «concorrência parasitária» consiste num aproveitamento do esforço intelectual ou económico alheio, ainda que possa ou não criar o risco de confusão entre serviços (oferecidos pelas empresas). Ou seja, é um acto de concorrência desleal que se traduz no aproveitamento indevido de um investimento (financeiro, humano ou de outra natureza) alheio.