Um valor que representa um crescimento de 0,3% face a igual período de 2003, diz o banco de investimento.

No que se refere ao EBITDA, a previsão é de uma quebra de 3% para 556 milhões de euros, penalizado pela alteração do valor das comissões no Brasil.

Em termos de lucros o banco prevê que a Portugal Telecom chegue aos 44 milhões de euros nos últimos três meses de 2004, um valor que é afectado pelos custos extraordinários de redução de pessoal e que rodam os 113 milhões de euros.

Por seu lado, o valor do investimento deve ter atingido os 304 milhões de euros.

O research do banco de investimento refere ainda que espera que o mercado se concentre na margem de EBITDA da Vivo no quarto trimestre, onde é esperada uma redução para 28% face aos 32% anteriores.

Quanto a expectativas, o Goldman Sachs espera uma recuperação das margens no primeiro trimestre, mas olha com cautela para o resto do ano.
Alda Martins