A Reditus está a concluir as negociações com uma câmara municipal do Interior do País para a instalação de um novo centro de serviços, o sexto da empresa em Portugal, que tem já quatro na área de Lisboa e um no Porto.

Na conferência de imprensa para apresentar os resultados de 2007, o presidente do Conselho de Administração da empresa, Frederico Moreira Rato, adiantou que este centro terá uma capacidade para 350 pessoas, o que deverá ser atingido a cinco anos.

Este sexto centro era uma das metas da Reditus para 2007, que acaba por resvalar para este ano, sendo que a sua entrada em funcionamento não deverá ocorrer antes do início do quarto trimestre.

O investimento, que será diluído ao longo de cinco anos, rondará um milhão de euros, graças às «condições especiais» negociadas com a autarquia em questão, que Frederico Moreira Rato não quis revelar qual é, com «grande parte das infra-estruturas a serem colocadas à nossa disposição».