Ao todo, sismo e ondas gigantes bem como a catástrofe humanitária que se seguiu - pelo menos 146 mil mortos e milhões de desalojados - motivaram 988 notícias, o que correspondeu a 48,8% do total dos serviços noticiosos regulares da RTP1, 2:, SIC e TVI.

Estas notícias tiveram uma duração superior a 33 horas e 28 minutos, o que corresponde a mais de metade (55,4 por cento) da duração noticiosa total.

A SIC foi a estação mais atenta ao tema, que ocupou praticamente dois terços (65,8%) da sua grelha informativa.

O canal passou 335 notícias sobre o sismo e suas consequências em mais de onze horas de informação, números que representam cerca de um terço (33,9%) do total de notícias emitidas sobre o acontecimento e 33,3% da duração destas notícias.

Quanto a visibilidade (número de notícias ponderadas pela sua audiência), pelo menos três em cada dez pessoas (38%) que viram informação sobre o sismo e maremotos fê-lo através da SIC.

Na TVI, passaram 303 notícias sobre o sismo, o que correspondeu a um período próximo das 10 horas e 30 minutos.

O tema representou 61,6% da grelha informativa regular da estação, 30,7% do total de peças sobre o sismo, 31,3% da duração e 32,9% da visibilidade do tema.

A RTP1 surge em terceiro lugar nesta lista, tendo difundido 228 peças, o que somou 8 horas e 22 minutos dedicadas ao sismo asiático, e foi o canal onde este tema teve uma menor relevância no conjunto da informação que emitiu no referido período.

Estes números representam mais de um quinto (23,1%) do total de notícias sobre o acontecimento, um quarto da duração destas notícias, 42,4% do total da informação regular do canal e 27,5% da visibilidade do tema em questão.

Finalmente, a 2: dedicou ao trágico acontecimento 122 peças informativas, por um período próximo das 3 horas e 28 minutos, o que representou mais de metade (51,9%) da duração noticiosa do canal no referido período.

Estes valores representaram ainda 12,3% do total de peças sobre o sismo, 10,3 por cento da duração e apenas 1,7% da visibilidade do tema.

Esta análise foi realizada com o software e-telenews.com da MediaMonitor, para o período compreendido entre 26 de Dezembro de 2004 e 2 de Janeiro de 2005.
Redação / Lusa/AM