O Sporting começou logo com uma toada ofensiva, sobretudo a partir de u ma actuação de Nani, que trocou os olhos à defesa do Santos. Aos 22 minutos, Deivid elevou-se bem e cabeceoua para o primeiro e o 2 -0 viria aos 39 minutos, com Nani a atirar à barra e a bola a sobrar para Pinill a, que atirou a contar.

No reatamento do jogo, o Santos reduziu aos 3 minutos por meio de Elton , já com Nelson na baliza do Sporting. Pouco depois, num dos muitos erros do árbitro Steve Dipero, ao assinala r uma grande penalidade inexistente, Alexandre empatou a partida. Silva, que tinha entrado na partida, fez o 3-2, de cabeça, quando iam d ecorridos 16 minutos da segunda parte. Pouco depois, Carlos Martins cobrou um pontapé de canto e Polga aparece u a facturar, fazendo o 4-2.

Com várias alterações, o Santos tentou imprimir maior velocidade ao ata que e aos 77 minutos Ralph fez mesmo o 4-3, mas a cerca de 10 minutos do final, Silva fez o 5-3, fechando a contagem.

Entre os jogadores do Sporting, Beto foi o único que não jogou.

O Sporting alinhou, de início, com Tiago (depois Nelson), Rogério, Polg a, André Marques, Paíto, Luís Loureiro, Nani, Carlos Martins, Wender, David e Pi nilla.

O Santos fez alinhar de início: Gustavo, Natson, Paulo, Zaquel, Kenders on, Lucas, Beto, Elton, Carlinhos, Alexandre e Ronaldo.

Antes do início do desafio, a portuguesa Isabel Sinde cantou os hinos d o Canadá e Portugal, com Marcelo Neves a incumbir-se do Hino brasileiro.
Redação / Lusa/AM