A taxa de inflação aumentou para os 2,4%, segundo a primeira estimativa divulgada hoje pelo Eurostat.

Em Março, a inflação nos doze países da Zona Euro situou-se nos 2,2%.

A confirmarem-se estes números, o Banco Central Europeu (BCE) terá mais argumentos para subir em breve as taxas de juro, que já se encontra bem acima da meta dos 2% estabelecida como desejável pela instituição monetária.

O BCE tem justificado o aumento do preço do dinheiro com a necessidade de prevenir pressões inflacionistas.

Recorde-se que para a elaboração deste primeiro cálculo da evolução dos preços na Zona Euro o Eurostat utiliza a informação fornecida pelos Estados-membros que têm dados disponíveis, bem como a informação sobre o preço da energia.

Segundo o Eurostat, o método de cálculo é fiável, pois nos últimos dois anos a estimativa rápida da inflação coincidiu com os dados definitivos na maioria dos casos.
Redação