«É o bater no fundo em termos de crescimento»