Impedido pelo Sporting de representar a seleção brasileira, visto que teria de cumprir quarentena obrigatória no regresso a Lisboa, Matheus Nunes ainda é visto como forte opção dentro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O Maisfutebol sabe que o médio luso-brasileiro segue nos planos de Tite, que, inclusivamente, estuda uma segunda chamada para os três próximos compromissos, contra Venezuela, Colômbia e Uruguai, todos em outubro, para a qualificação para o Mundial de 2022.

O anúncio da nova convocatória do Brasil está agendado para o dia 24 de setembro, pouco menos de uma semana antes de Fernando Santos divulgar os eleitos (dia 29 ou 30) da Seleção portuguesa para o duelo com Luxemburgo, dia 12 de outubro, no Estádio do Algarve, também a contar para a Qualificação para o Mundial.

Em princípio, Matheus Nunes está inclinado a representar Portugal, sobretudo depois de ter conversado por telefone com o selecionador nacional, que resolveu agir rápido logo depois de o jogador de 23 anos ser chamado por Tite para as últimas partidas frente a Chile, Argentina e Peru. Entretanto, os brasileiros não deram a disputa como perdida, tendo a favor agora o facto de anunciarem primeiro a lista de convocados.

«Ele [Matheus Nunes] disse que tinha muito orgulho em vir para a seleção brasileira. Depois voltámos a falar, e ele disse que a vacinação incompleta e o período de quarentena impediam-no de vir e voltar para os jogos seguintes do Sporting», explicou Tite, em conferência de imprensa, quando abordado sobre os camisola 8 dos leões.

Fernando Santos, por sua vez, preferiu ignorar o assunto, uma vez que, na ocasião, está concentrado no confronto com a República da Irlanda. Prometeu falar sobre Matheus Nunes na convocatória seguinte de Portugal.

Bruno Andrade