Diogo Dalot, jogador do FC Porto e da seleção de sub-21, em declarações na zona mista do estádio João Cardoso, após a goleada de Portugal sobre o Liechtenstein, nesta sexta-feira, em Tondela.

«É sempre importante conseguir a vitória. Sabemos que éramos mais fortes do que o Liechtenstein, mas tínhamos de o demonstrar e conseguimos, o resultado fala por si.»

[Equipa não alcançou o objetivo de chegar a números históricos em termos de golos marcados num jogo]

«Queríamos acima de tudo cimentar o nosso jogo. Tínhamos este jogo para evoluir e os recordes acontecem naturalmente. Hoje não conseguimos esse mas mais tarde conseguiremos alcançar outros. Hoje fizemos sete golos e isso foi muito positivo.»

[o que representa ser, juntamente com o João Félix, um dos mais jovens desta seleção?]

«Acima de tudo, é um sinal de que se trabalharmos, independentemente da idade, vamos conseguir aquilo que queremos. Eu e o [João] Félix somos dois exemplos, como há muitos mais para surgir. O meu objetivo é sempre o mesmo, evoluir para chegar o mais longe possível.»

  
Adérito Esteves / Estádio João Cardoso, Tondela