Bill Gates, fundador da Microsoft, voltou a ser o homem mais rico do mundo, com uma fortuna de 40 mil milhões de dólares (31.2 mil milhões de euros), apesar da crise económica global que reduziu o número de milionários do planeta, divulgou na passada quarta-feira a revista Forbes, cita a Lusa.

«Não é uma surpresa que os milionários tenham sido afectados pela economia mundial», disse Steve Forbes, presidente e conselheiro delegado da revista Forbes.

Amorim é o único português

Traficante de droga na lista

No ano passado, Bill Gates estava no terceiro lugar do clube dos multimilionários, tendo perdido 18 mil milhões de dólares (14 mil milhões de euros) de um ano para o outro, sobretudo devido à desvalorização de 45 por cento das acções da Microsoft.

Warren Buffet, com 37 milhões de dólares (28.9 mil milhões de euros), perdeu a liderança que tinha em 2008, depois dos 13 anos em que Gates se manteve na primeira posição.

Buffet perdeu 25 mil milhões de dólares (19.5 mil milhões de euros) e é o segundo homem mais rico do mundo.

O empresário mexicano Calos Slim Helu, com uma riqueza de 35 mil milhões de dólares (27.3 mil milhões de euros), ocupa a terceira posição do clube dos mais ricos do mundo.

Em quarto lugar está o estudante norte-americano Lawrence Ellison, co-fundador e conselheiro da Oracle, com uma riqueza de 22.500 milhões de dólares (17.6 mil milhões de euros).

O quinto homem mais rico do planeta é o sueco Ingvar Kamprad, com 22 mil milhões de dólares (17 mil milhões de euros), fruto do negócio da companhia de mobiliário e acessórios para a casa Ikea.

A lista dos multimilionários de 2009 é composta por 793 empresários, sendo que no ano passado a lista tinha 1.125 nomes.