Os lucros da Semapa caíram 47,6%, no primeiro trimestre, para os 12,8 milhões de euros, face a igual período do ano passado.

A empresa relembra que «os mercados da pasta e do papel defrontaram-se com quebras significativas dos níveis de procura. No caso do mercado de papel, continuou a assistir-se ao encerramento definitivo e temporário de capacidades na Europa e América do Norte. A actividade da construção e consumo de cimento também registou uma forte quebra na generalidade dos países desenvolvidos», revela em comunicado à CMVM.

O volume de negócios do grupo cifrou-se em 342,4 milhões de euros.

O EBITDA consolidado totalizou os 73 milhões de euros no 1º trimestre de 2009.

A empresa diz ainda que «as perspectivas macroeconómicas a curto prazo são negativas, deparando-se as empresas com a séria possibilidade de arrastamento por um longo período do actual enquadramento económico depressivo».

As acções da empresa fecharam a cair 2,53% para os 6,15 euros.
Redação / SPP