O grupo resultante da fusão entre a Gas Natural e a Unión Fenosa vai cortar 11 mil milhões de euros nos investimentos, revela o prospecto de aumento de capital que o grupo entregou ao regulador da bolsa espanhola.

O plano de investimentos das duas empresas ascendia a 21 mil milhões, dos quais 12.500 milhões correspondiam à Gas Natural e 8.500 milhões à Unión Fenosa.

Recorde-se que a empresa de gás vai lançar uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a eléctrica, que já controla em mais de 50% do capital.

No prospecto de aumento de capital, no entanto, o grupo explica que a Gas Natural tem prevista uma redução de investimento de entre 11 e 13 mil milhões. Esta diminuição afectará os investimentos não orgânicos e não definidas, para que os investimentos do novo grupo se centrem no crescimento orgânico.
Redação / RPV