Ausente nos últimos quatro jogos do Sporting, Pedro Gonçalves tem agendada para o início da semana, entre segunda e terça-feira, uma decisiva reavaliação médica ao pé esquerdo.

O Maisfutebol sabe que o Sporting quer perceber se o tempo de paragem do goleador pode ser reduzido, ou se vai ser mais prolongado, e incluir, por exemplo, o jogo da «Champions» com o Besiktas, a 19 de outubro.

Descartado publicamente por Rúben Amorim para as duas próximas partidas dos leões - contra o Dortmund (terça-feira, para a Champions, e Arouca, no sábado, para a Liga,  ambos fora de casa -, Pote tem feito um tratamento conservador para livrar-se uma inflamação da fáscia plantar, com repouso e limitações de atividade física com contato com o solo.

«Estamos preocupados com o Pote. Faz-nos falta. Está mais junto do grupo. Há pressa, mas não há pressa», declarou o treinador leonino, antevisão do duelo com o Marítimo, em Alvalade.

A nova bateria de exames também tem como objetivo definir, de vez, se o médio vai ter a necessidade de realizar ou não uma cirurgia no pé, um cenário que o Sporting tem procurado evitar desde que descobriu mais detalhes da lesão, depois de ter sido avisado pelo departamento médico da Federação Portuguesa de Futebol.

Bruno Andrade