A França decidiu proibir a venda e consumo de bebidas alcoólicas em «perímetros sensíveis» nas vésperas e dias de jogos do Euro 2016, depois das cenas de violência que aconteceram maioritariamente em Marselha.

O anúncio foi feito por Bernard Cazeneuve, ministro francês do interior, que considerou os incidentes «inaceitáveis» e disse já ter dado indicações para que fossem tomadas as «medidas necessárias» para evitar o consumo de álcool.

«Pedi aos prefeitos para tomarem todas as medidas necessárias visando proibir nos perímetros sensíveis e na vésperas, dias de jogo e dias de abertura das fan zones a venda, consumo e transporte de bebidas alcoólicas», afirmou o ministro.