A Marinha portuguesa resgatou este sábado um tripulante que necessitava de cuidados médicos urgentes de um navio mercante que se encontrava 300 milhas náuticas (482 quilómetros) a leste da ilha de S. Miguel, nos Açores, indicou fonte oficial.

Segundo um comunicado divulgado no portal da Marinha, o resgate foi efetuado com um helicóptero ‘EH-101’ da Força Aérea Portuguesa, apoiada por um avião ‘C-295’, depois de o próprio navio ter alertado, às 09:30, o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada).

No alerta, o navio referiu que um tripulante português, de 63 anos, teria sofrido um traumatismo craniano encefálico e necessitava de cuidados médicos urgentes. 

“De imediato, a Marinha Portuguesa, através do MRCC Delgada e em articulação com o Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar), coordenou a operação de resgate, tendo sido de imediato empenhada para o local uma aeronave da Força Aérea Portuguesa, um EH-101, apoiada por outra aeronave, um C-295”, lê-se no documento.

O passageiro foi resgatado em segurança pelo helicóptero da Força Aérea, que aterrou durante a tarde no aeroporto S. João Paulo II, em Ponta Delgada, onde aguardava uma ambulância do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, que transportou a vítima para uma unidade hospitalar local.

/ DCT