O PDG da Renault, Carlos Ghosn, garantiu ao Presidente francês, Nicolas Sarkozy, que a produção do novo Clio será em parte confiada à fábrica de Flins, em França, não sendo inteiramente deslocalizada para a Turquia.

Depois de muita polémica sobre o alegado projecto da Renault de montar o Clio 4 na sua fábrica turca de Bursa, a partir de 2013, o patrão da construtora automóvel francesa foi convocado ao Eliseu para esclarecer Sarkozy sobre as intenções da empresa, escreve a AFP.

Recorde-se que na quarta-feira, Sarkozy manifestou a sua irritação ao desabafar perante parlamentares de que não está disposto a apoiar a indústria automóvel para que as fábricas vão para o estrangeiro.