Cinco pessoas foram detidas na sexta-feira à noite, em Albufeira, no Algarve, após agredirem e causarem ferimentos ligeiros em cinco elementos da GNR, disse hoje fonte desta força de segurança.

O incidente foi registado cerca das 23:00, quando a GNR foi chamada ao largo Engenheiro Duarte Pacheco, para responder a uma ocorrência que dava conta de desacatos, provocados por “um grupo de 15 indivíduos ingleses”, no bar Rock Time, disse à agência Lusa fonte do Comando Territorial de Faro da GNR.

Foi enviada uma patrulha do Grupo de Intervenção e Ordem Pública e, como eram poucos, os militares foram logo agredidos assim que chegaram ao local”, afirmou o tenente Samuel Afonso, das Relações Públicas do Comando de Faro da GNR.

Os militares agredidos receberam depois reforços “por militares do ‘subdestacamento’ de Albufeira, e militares que estavam de folga, mas [que] se encontravam na zona e foram ajudar os colegas”, acrescentou.

"Acabaram por ser detidos cinco ingleses, quatro de 33 anos e um de 30, por ameaça e coação a funcionário”, precisou.

A mesma fonte adiantou que os detidos foram ouvidos hoje, a partir das 10:30, no tribunal de turno em Albufeira, mas ainda não são conhecidas as eventuais medidas de coação aplicadas, após este primeiro interrogatório judicial.

Da nossa parte [GNR], temos no total cinco militares feridos, com ferimentos ligeiros, sendo que três deles ainda foram ao hospital receber assistência médica”, sublinhou o oficial da GNR, frisando que a assistência hospitalar foi feita “mais por precaução e para ficar (...) registo dos ferimentos, para efeitos judiciais”.

/ JFP