O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve na segunda-feira duas pessoas, nos aeroportos de Lisboa e Porto, por falsificação de documentos e permanência irregular em Portugal, adiantou esta terça-feira este órgão policial em comunicado.

No aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, foi detido “um cidadão estrangeiro pela prática do crime de falsificação de documento e por permanência irregular em Portugal”.

O homem foi detetado no decorrer de um controlo documental efetuado a um voo com destino a Dublin, na Irlanda, quando pretendia viajar com um bilhete de identidade grego falsificado”, adiantou o SEF.

O comunicado refere ainda que após ser “confrontado com os factos”, o passageiro declarou ter uma nacionalidade que a recolha de impressões digitais revelou ser falsa.

O cidadão estrangeiro foi presente ao Tribunal Judicial da Comarca da Maia “para primeiro interrogatório, tendo sido validada a sua detenção e determinada a sua instalação no Espaço Equiparado a Centro de Instalação Temporária do Aeroporto, até à conclusão do processo de afastamento de território nacional”.

No aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, o SEF detetou um passageiro que tentava embarcar para Manchester, no Reino Unido, com um “passaporte falsificado, emitido pela Áustria, com substituição da página biográfica”.

O detido e o documento falso foram entregues em tribunal, adiantou ainda o SEF.