O mau tempo que se tem feito sentir por causa da depressão “Helena” já obrigou a TAP a aterrar em Faro um voo que tinha Lisboa como destino original e a companhia admite divergir mais voos. Entretanto, a TVI24 apurou que, até ao momento, já divergiram pelo menos nove voos do Aeroporto de Lisboa; um para Málaga e outros para Porto e Faro. 

Em resposta à Lusa, fonte oficial da companhia aérea disse que, “devido às atuais condições meteorológicas, o voo TP1025 Madrid-Lisboa divergiu para Faro. Outros voos poderão também divergir nas próximas horas”, garantiu a mesma fonte.

No ‘site’ da ANA – Aeroportos de Portugal é possível verificar também que, em Lisboa, houve um voo da Easyjet, proveniente de Londres, que divergiu e dois da Ryanair, de Bruxelas e Frankfurt, que foram cancelados. Muitos dos voos registam, também, atrasos.

No aeroporto do Porto há também alguns voos atrasados, mas, para já, não se encontram registos de cancelamentos, nem de divergências.

A Proteção Civil registou até às 13:30 desta sexta-feira 382 ocorrências relacionadas com o mau tempo em vários distritos de Portugal continental, das quais se destacam a queda de árvores e inundações devido à precipitação intensa.

O vento forte derrubou ainda o “teto falso” da cobertura exterior de um posto de abastecimento de combustíveis em Esposende, danificando duas viaturas que estavam a abastecer. 

Já em Espinho, ocorreu a queda de uma cobertura de um pavilhão, que obriga a evacuar uma escola.

No distrito de Coimbra, uma derrocada devido ao mau tempo obrigou esta sexta-feira ao corte da Estrada Nacional 110, entre Rebordosa e Foz do Caneiro, em Penacova.

Segundo o jornalista da TVI24 no local João Bizarro, as encostas nesta região estão a ceder à pressão das águas. Como alternativa, os condutores podem utilizar o IP3.

Em Sintra, na Tapada das Mercês, caiu um muro durante a última noite.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa e Setúbal vão estar entre as 12:00 e as 21:00 de hoje sob aviso vermelho devido à previsão de agitação marítima.

Além do vermelho para a agitação marítima, o IPMA emitiu avisos laranja e amarelo para hoje e sábado, devido ao vento, para todos os distritos de Portugal continental, exceto Évora, e devido a neve para Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Aveiro e Coimbra.

Para hoje está previsto vento forte de noroeste, com rajadas até 75/85 quilómetros/hora (km/h) no litoral, que deverão atingir valores da ordem de 110 km/h a norte do cabo Mondego e nas terras altas do Minho e Douro litoral e da região Centro.