Um incêndio que deflagrou na madrugada de hoje destruiu um laboratório de microbiologia do Hospital de São João, no Porto, mas os bombeiros evitaram que as chamas alastrassem a outros departamentos, disse à Lusa fonte dos Sapadores.

De acordo com a fonte, “não houve necessidade de proceder à evacuação de nenhuma enfermaria” porque “as chamas ficaram confinadas ao laboratório”.

O alerta de incêndio, cujas causas ainda não são conhecidas, foi dado às 03:13 e foi dado como extinto cerca das 04:45.

No local estiveram os Sapadores do Porto e os Voluntários Portuenses, além da PSP.

 A administração do Hospital de São João do Porto afirmou que o incêndio ocorrido hoje de madrugada destruiu quatro salas do laboratório de microbiologia, mas não afetará a prestação de análises a todos os doentes.

Em comunicado, a administração do hospital esclarece que “está totalmente assegurada a prestação de análises da microbiologia a todos os doentes do Centro Hospitalar São João, através do rearranjo de algumas áreas do […] Serviço de Patologia Clínica e da colaboração da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e do Instituto Português de Oncologia do Porto”.

“Esta noite, pelas 03:00, ocorreu um foco de incêndio no Laboratório de Microbiologia do Serviço de Patologia Clínica do Centro Hospitalar São João, que foi rapidamente contido, com a intervenção de bombeiros”, refere a administração do São João.

Do incêndio resultou “a impossibilidade de utilização de quatro salas de trabalho do referido laboratório, estando em avaliação os danos em equipamentos. Não houve danos pessoais”, acrescenta.

/ ALM com Lusa