Uma mulher de 43 anos provocou ferimentos ligeiros em três agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Coimbra numa altercação e foi detida e constituída arguida, foi esta terça-feira anunciado.

Em comunicado enviado à agência Lusa, o Comando de Coimbra explicou que elementos da segunda esquadra foram chamados à loja dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), na Avenida Emídio Navarro, "em virtude de algumas dezenas de pessoas que se encontravam no seu interior se recusarem a abandonar o local, que encerrara às 19:30".

À chegada dos meios policiais, foi possível verificar que um grupo de cerca de 40 pessoas causava alguns problemas no interior do estabelecimento, por se recusar a abandonar o local, apesar da determinação expressa nesse sentido", adianta a nota.

De acordo com a PSP, durante a ocorrência, e após alguma confusão instigada por aquele grupo de pessoas, "uma mulher aproximou-se de um dos polícias que tentava manter a ordem pública no local e, de forma astuciosa, retirou-lhe o bastão e agrediu-o na zona lombar, tentando, ainda, subtrair-lhe a arma, o que levou à pronta reação dos polícias presentes e à sua detenção".

A suspeita ameaçou, injuriou e resistiu à detenção, tendo provocado ferimentos ligeiros a três polícias, que tiveram de receber tratamento hospitalar.

A detida foi constituída arguida pelo crime de resistência e coação sobre funcionário, ofensas voluntárias à integridade física, ameaças e injúrias, tendo sido sujeita a Termo de Identidade e Residência e notificada para comparecer em Tribunal.