A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta terça-feira, que deteve quatro homens e uma mulher fortemente indiciados de integrarem uma rede de tráfico de estupefacientes na área da Covilhã, distrito de Castelo Branco.

Os suspeitos vão ficar em prisão preventiva.

Em comunicado enviado à Lusa, o Departamento de Investigação Criminal da Guarda, explica que as detenções foram realizadas na sequência de uma investigação iniciada há cerca de seis meses e no âmbito da qual foram realizadas oito buscas.

Segundo a informação, as buscas foram efetuadas no sábado e resultaram na apreensão de "produto estupefaciente (heroína e cocaína), numerário, blocos de apontamentos, vários telemóveis, equipamentos informáticos e outros objetos relacionados com a atividade delituosa".

Com idades entre os 35 e os 60 anos, um dos suspeitos é operário fabril e quatro não têm ocupação profissional, sendo que todos "têm antecedentes criminais relacionados com o mesmo tipo de crime e mantinham ligações entre eles na atividade delituosa agora desarticulada".

A PJ também refere que durante a investigação contou com a colaboração da PSP e da GNR da Covilhã.