Um homem de 24 anos suspeito de dois crimes de violência doméstica agravados, sobre a mãe e a avó, foi detido no concelho de Leiria e aguarda julgamento em prisão preventiva, anunciou a Procuradoria da República da Comarca de Leiria.

Segundo informação disponibilizada no sítio na Internet da Procuradoria, o arguido foi presente a primeiro interrogatório judicial na sexta-feira, tendo o tribunal considerado “encontrar-se fortemente indiciado” que aquele “molestou verbal e psicologicamente a sua mãe e a sua avó, na residência onde os três coabitavam”.

O arguido é consumidor habitual de produtos estupefacientes e depende economicamente da mãe, pois não trabalha nem tem qualquer fonte de rendimento”, adianta a Procuradoria.

Ainda de acordo com esta fonte, “os factos foram cometidos em crescendo de agressividade”, sobretudo a partir de setembro, “tendo o arguido proferido insultos contra as duas vítimas e molestado fisicamente a sua mãe, desferindo-lhe empurrões, ameaçando-a de morte e coagindo-a à entrega de dinheiro para fazer face ao seu problema de toxicodependência”.

O juiz de instrução criminal, em consonância com o promovido pelo Ministério Público, determinou que o arguido aguardasse os ulteriores termos do processo sujeito à medida de coação de prisão preventiva”, acrescenta.

A investigação é dirigida pelo Ministério Público da Subsecção Especializada em Violência Doméstica do Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca de Leiria, com a coadjuvação da PSP da Esquadra de Investigação Criminal de Leiria.

/ JGR