A Polícia Marítima socorreu, na madrugada desta terça-feira, duas pessoas de nacionalidade inglesa, de 49 e 51 anos, depois de terem ficado à deriva num veleiro que interagiu com orcas ao largo de Sintra (Lisboa), anunciaram as autoridades.

Em comunicado divulgado hoje, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) refere que os tripulantes foram encontrados a quatro milhas náuticas (cerca de sete quilómetros) da praia de São Julião.

À chegada junto ao veleiro, os elementos da Estação Salva-vidas constataram que os dois tripulantes se encontravam bem fisicamente, tendo procedido ao reboque do veleiro para a marina de Cascais, por questões de segurança para a navegação”, adianta a AMN.

Em conjunto com o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), a AMN aproveita para recomendar “a todos os navegantes que, em caso de avistamento destes mamíferos, seja desligado o motor, por forma a inibir a rotação da hélice, e imobilizada a porta do leme, desmotivando assim estes mamíferos a interagir com as estruturas móveis das embarcações”.

O alerta para a ocorrência foi dado pelas 04:13.

/ AG