Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, mais dez casos de covid-19, entre os quais um que testou positivo após ter sido infetado há mais de três meses.

De acordo com o boletim diário da Autoridade Regional de Saúde, “o caso diagnosticado em Santa Maria, ainda por aferir, é referente a um indivíduo residente na ilha, em Santa Bárbara, que testou positivo após ter tido infeção há mais de três meses”, sendo que “este caso não é compatível com a variante do Reino Unido”.

No dia em que a ilha Terceira se juntou às restantes seis ilhas que estão sem casos, através da recuperação do único doente, o número de pessoas infetadas concentra-se na ilha de São Miguel, onde nas últimas 24 horas foi diagnosticada a maioria dos casos de covid-19 nos Açores.

Além do caso de Santa Maria, registaram-se mais nove em São Miguel, resultantes de 1.399 análises realizadas em laboratórios de referência da região.

Os casos referentes a São Miguel resultam de transmissão comunitária, estando internados nove doentes, todos no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, quatro dos quais em Unidade de Cuidados Intensivos.

A região regista 124 casos positivos ativos, sendo 123 em São Miguel, para além do caso em Santa Maria, enquanto o número de vigilâncias ativas é de 821.

Desde o início da pandemia, foram diagnosticados 4.205 casos de covid-19 nos Açores, tendo recuperado da doença 3.943 pessoas, morrido 30, registando saída do arquipélago 67, enquanto 41 apresentaram prova de cura anterior.

Foram extintas 199 cadeias de transmissão local.

A 30 de março, foram realizadas, nos Açores, 395.630 análises e, desde 31 de dezembro de 2020 até 30 de março, 43.812 pessoas com mais de 15 anos foram vacinadas no arquipélago, 28.376 com a primeira dose (14,01% da população) e 15.436 com a segunda (7,62%).

/ CM