A Câmara de Matosinhos, no distrito do Porto, eliminou 180 ninhos de vespas asiáticas em 2018, temendo ultrapassar este número este ano devido ao aumento de casos, anunciou esta terça-feira o vereador da Proteção Civil, José Pedro Rodrigues.

Há uma tendência crescente para o aumento destes casos, dado que tem aparecido um ninho a cada dois dias”, revelou, lembrando que em 2017 foram eliminados cerca de 150.

A informação foi dado pelo vereador da CDU durante a reunião pública do executivo municipal, acrescentando que os ninhos têm sido destruídos exclusivamente recorrendo aos serviços municipais da proteção civil local.

Por esse motivo, no decorrer deste mês, será distribuído aos habitantes do concelho um folheto com informações relativas à vespa asiática, nomeadamente como identificar um ninho destes, como agir ou como se proteger, referiu.

Além disso, e para melhor atuar, a proteção civil tem estado a cruzar a cartografia dos recursos hídricos com a georreferenciação dos ninhos para identificar os focos, as zonas de maior progressão e definir a atuação a adotar, explicou José Pedro Rodrigues.

A presença de vespa asiática em Portugal motivou 508 denúncias de cidadãos durante este ano, localizadas maioritariamente no distrito do Porto (133), verificando-se um aumento do número de avistamentos desde 2017, revelou esta terça-feira a Guarda Nacional Republicana (GNR).

Designada cientificamente por vespa velutina, a vespa asiática registou o primeiro avistamento em Portugal em 2011, no distrito de Viana do Castelo e, “desde aí, tem vindo a deslocar-se para o sul do país, sendo que Lisboa, até agora, é o distrito mais a sul onde existe a presença da vespa velutina”, disse Ricardo Vaz Alves, do Serviço da Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR.

“Desde 2017 até ao corrente ano, temos verificado um aumento do número de denúncias”, afirmou Ricardo Vaz Alves, em declarações à agência Lusa, indicando que, em 2017, contabilizaram-se 499 avistamentos, número que aumentou para 708 em 2018 e que, este ano, até 25 de agosto, soma 508 situações relacionadas com a presença de vespa asiática.

Em termos de localização, os distritos onde se registaram mais denúncias, ao longo deste ano, foram Porto (133), Braga (92), Viseu (60), Aveiro (53) e Coimbra (50).