A colisão entre um comboio Intercidades que circulava na Linha do Alentejo e um veículo ligeiro de mercadorias, ocorrida esta quarta-feira na zona de Viana do Alentejo (Évora), provocou um ferido grave, revelou fonte dos bombeiros.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora disse à agência Lusa que o ferido grave, um homem cuja idade não foi indicada, foi transportado para as urgências do Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE).

Contactado pela Lusa, o comandante dos Bombeiros de Viana do Alentejo, Miguel Fadista, precisou que o ferido é um homem na “casa dos 40 anos” e que era o condutor da carrinha de caixa aberta que colidiu com o comboio.

O comandante desta corporação de bombeiros adiantou que o condutor da carrinha foi “a única vítima” do acidente, pois “os 36 passageiros” do comboio “nem precisaram de assistência” no local.

Devido ao acidente, a circulação na Linha do Alentejo esteve interrompida no troço entre as estações de Vila Nova da Baronia (Alvito, distrito de Beja) e Casa Branca (Montemor-o-Novo, distrito de Évora), mas foi retomada às 11:15, segundo uma fonte da Infraestruturas de Portugal (IP).

A fonte da IP referiu que a colisão entre o comboio e o ligeiro de mercadorias, para a qual foi dado o alerta por volta das 09:00, ocorreu num passagem de nível particular, ao quilómetro 104,486 da Linha do Alentejo.

As operações de socorro mobilizaram os Bombeiros de Viana do Alentejo, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a GNR, num total de 14 operacionais, apoiados por seis veículos, incluindo uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER).

/ JGR