Portugal regista mais uma morte e 112 novos casos de Covid-19, segundo o boletim divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O total de óbito é, agora, de 1.739, enquanto o número de casos confirmados subiu para 51.681. O balanço anterior não verificava qualquer vítima mortal.

Foram registados mais 207 casos de recuperação, elevando o total para 37.318. Existem 12.624 casos ativos do novos coronavírus em Portugal.

O número de doentes internados voltou a subir, passando novamente a barreira dos 400. Com mais 11 doentes hospitalizados nas últimas 24 horas, são agora 401 as pessoas que necessitam de cuidados hospitalares. Destas, 44 estão em unidades de cuidados intensivos, mais duas que no balanço anterior.

Boletim da DGS

Em termos percentuais, nas últimas 24 horas o aumento no número de casos confirmados foi de 0,2% (passou de 51.569 para 51.681).

A região de Lisboa e Vale do Tejo totaliza hoje 26.457 casos, mais 68 do que na segunda-feira, representando 61% do total nacional. Segue-se a região Norte com 18.816, mais 19 casos, e a região Centro com 4.475 infeções confirmadas, mais 10 novos casos do que os registados na véspera.

O Algarve totaliza 901 casos, mais nove do que na segunda-feira, e o Alentejo tem mais um caso de infeção, num total de 746.

A Madeira regista mais quatro casos, totalizando agora 117 infeções confirmadas e nenhuma morte e nos Açores a DGS contabilizou mais uma infeção, totalizando 169 casos, mantendo-se os 15 mortos já anteriormente registados.

Em termos globais, há mais infetados na faixa etária entre 40 e 49 anos (8.564), seguindo-se a faixa entre 30 e 39 anos, que contabiliza hoje 8.444 casos.

A faixa etária entre os 20 e os 29 anos, totaliza em Portugal desde o início da pandemia 7.907 casos, mais cinco infeções.

Na faixa dos 50 aos 59 anos, registam-se oito novos casos, situando-se nos 7.801.

Com mais de 80 anos, tiveram infeções confirmadas 5.878 pessoas, mais oito do que na segunda-feira.

A Covid-19 já afetou em Portugal 1.868 crianças até aos nove anos e 2.375 entre os 10 e os 19.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 36.946 pessoas, mais 465 relativamente a segunda-feira.

Aguardam resultado laboratorial 1.451 pessoas, mais 28 do que na véspera.

A região Norte continua a registar o maior número de mortes (829), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (606), o Centro (252), Alentejo (22), Algarve (15) e Açores (15).

Os dados indicam que do total das vítimas mortais, 869 são homens e 870 são mulheres.

Por faixas etárias, o maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos (1.165), seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (338), entre 60 e 69 anos (155) e entre 50 e 59 anos (55). Há ainda 20 mortos registados entre os 40 e 49 anos, quatro entre os 30 e 39 e dois entre os 20 e 29 anos.

A pandemia de Covid-19 já causou mais de 694 mil mortos e infetou mais de 18,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

António Guimarães