A avaria na central elétrica que condicionou o funcionamento dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) desde a noite de quarta-feira ficou resolvida pelas 04:00, disse fonte do INEM.

Segundo disse a mesma fonte à Lusa, apesar da avaria elétrica, os CODU atenderam sempre as chamadas de emergência "com recurso ao plano de contingência" definido na quarta-feira à noite.

Uma avaria elétrica condicionou desde as 23:20 de quarta-feira o funcionamento dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes, o que obrigou o Instituto Nacional de Emergência Médica a ativar o plano de contingência da linha de emergência 112.

“No sentido de poder continuar a garantir o trabalho regular dos CODU, e enquanto a empresa corrige a avaria, o INEM ativou no imediato o seu plano de contingência, solicitando aos centros operacionais 112 que o encaminhamento das chamadas referentes a situações de saúde fosse realizado para os telemóveis de reserva disponíveis nos CODU para utilização neste tipo de situações, garantindo deste modo a continuidade do funcionamento dos CODU”, explicou o INEM num comunicado enviado à agência Lusa na quarta-feira.

“Todas as situações referentes a aconselhamento têm à sua disposição o número do centro de contacto do Serviço Nacional de Saúde, através do 808 24 24 24, o que permitirá que aos CODU cheguem apenas chamadas de verdadeiras emergências médicas”, acrescentava a nota.