Pelo menos quinze aviões foram desviados para outros aeroportos devido ao vento que se fazia sentir no Aeroporto da Madeira - Cristiano Ronaldo, disse à Lusa uma fonte aeroportuária.

Dos nove aviões, seis divergiram para a ilha do Porto Santo e um para Tenerife, no arquipélago das Canárias.

Os aviões em causa provinham de Londres (Inglaterra, dois), Copenhaga (Dinamarca), Helsínquia (Finlândia), Birmingham (Inglaterra), Paris (França) e Edimburgo (Escócia).

As más condições atmosféricas começaram a fazer-se sentir por volta das 11:30 horas e devem fazer sentir-se até às 18:00.