O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras reforçou o efetivo no aeroporto de Lisboa devido à realização da cimeira de inovação e tecnologia Web Summit, que começa esta segunda-feira na capital portuguesa.

Numa resposta enviada à agência Lusa, o SEF adianta que o reforço no aeroporto de Lisboa vai prolongar-se até sexta-feira e este dimensionamento do efetivo foi feito tendo em conta o número de participantes, de chegadas e partidas previsto naquela estrutura aeroportuária no âmbito da realização da Web Summit.

Aquela força de segurança avança também que o SEF vai disponibilizar ainda quatro equipas de prevenção para o aeroporto de Lisboa.

Segundo o SEF, estas medidas de afetação de mais meios humanos de prevenção e de materiais, como equipamentos e viaturas, já foram utilizadas em anos anteriores.

Estas medidas pretendem “garantir um controlo de fronteira célere, prevenir eventuais situações de controlo de fronteira em segunda linha relacionadas com o evento”, bem como “um controlo de segurança adequado”, sustenta o SEF, ressalvando que os participantes na Web Summit são maioritariamente provenientes de países Schengen.

Aquele serviço de segurança refere ainda que, caso se justifique, será criado nas áreas de partidas e de chegadas uma área de contenção reservada a passageiros participantes no evento, enquadrados pelos voluntários do evento com apoio empresa que gere os aeroportos portugueses.

Esta situação, indica ainda o SEF, é analisada no momento de acordo com o volume de passageiros.

A Web Summit decorre entre hoje e quinta-feira.

Nesta terceira edição do evento em Portugal são esperados cerca de 70 mil participantes de mais de 170 países.