A PSP deteve uma mulher em flagrante delito na passada sexta-feira, em Oeiras, no distrito de Lisboa, por ter permitido que o filho de 11 anos conduzisse um automóvel, foi hoje anunciado.

“Na sequência de uma fiscalização rodoviária, foi verificado que a viatura era conduzida pelo filho da detida, a qual se fazia transportar no banco frontal do passageiro”, pode ler-se em comunicado. 

De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis), a suspeita, de 45 anos, afirmou que o condutor era o seu filho de 11 anos, e que foi por intermédio da sua decisão que o incentivou à prática da condução.

O Cometlis explicou que a mulher prestou “auxílio material” – com o empréstimo da viatura –, bem como moral por ter incentivado a prática do “facto doloso e ilícito por parte do menor”

Na sequência das diligências, a suspeita foi detida e o menor foi sinalizado à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Oeiras.

A mulher foi presente no Tribunal Judicial da Comarca de Oeiras, tendo-lhe sido decretada a medida de coação de pagamento de 350 euros a favor de uma IPSS ou 60 dias de trabalho comunitário.

/ CM